Palace Hotel - Caxambu

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Projeto aprovado pela Câmara

Câmara aprova projeto que estima receita e fixa despesa



A Câmara Municipal aprovou o Projeto de Lei nº 38/16, que estima receita e fixa a despesa para o exercício financeiro de 2017. Compreende o orçamento referente aos poderes do município, seus órgãos e fundos, e do Instituto de Previdência Municipal de Caxambu (IPMCA). A receita será realizada mediante arrecadação de tributos, contribuições, rendimentos de aplicações financeiras, aluguéis, transferências correntes, outras receitas correntes, operações de crédito, alienação de bens e transferências de capital, prevista na legislação vigente.
O Orçamento Anual é o instrumento público por meio do qual estão previstas as receitas e fixadas às despesas, em conformidade com as regras previstas na Lei de Diretrizes Orçamentárias e no Plano Plurianual. O orçamento foi estimado em R$ 66.123.900,00, com base na média de crescimento dos últimos três anos, incluindo a previsão de operações de crédito no valor de R$ 1.414.159,75, e nas transferências de convênios no valor de R$ 6.404.000,00 que o Executivo esperará obter.
Representantes das modalidades voleibol, basquetebol, handebol, futebol, futsal, atletismo e judô pediram para ser respeitado o orçamento destinado ao esporte, que o montante destinado seja de fato aplicado nesta pasta; a criação do Fundo Municipal do Esporte dando total autonomia de gerência aos seus componentes; que seja ouvido o Conselho de Esportes em todas as decisões relacionadas ao tema; e o apoio a todas as modalidades esportivas.
Os vereadores Alessandro Fortes (Sandrinho do Som), Clóvis Almeida, Denílson Martins, Eliane de Freitas (Lili), Francisco Pereira, Hercílio Nogueira Filho, Jean Carlos, Joaquim Fernandes, Marcos Halfeld e Nilton Américo apresentaram a Emenda Modificativa no1, no sentido de conceder autorização para suplementação por decreto em 15%, por tratar-se do primeiro ano do mandato 2017/2020. O projeto original propunha 10%. A Comissão de Legislação, Justiça e Redação apresentou a Emenda Supressiva no2, por considerar redundante o parágrafo único do artigo 7o.
No parecer conjunto das Comissões de Legislação, Justiça e Redação, composta pelos vereadores Clóvis Almeida (presidente), Nilton Américo (vice-presidente) e Marcos Halfeld (secretário); e de Finanças, Orçamento e Tomada de Contas, pelos vereadores Hercílio Nogueira Filho (presidente), Eliane de Freitas (Lili – vice-presidente) e Jean Carlos (secretário) observaram que na elaboração da proposta orçamentária foram atendidas as exigências contidas na Constituição Federal, na Lei de Responsabilidade Fiscal e na Lei do Plano Plurianual; e que as emendas apresentadas mereciam apoio e aprovação.
         Discussões das emendas apresentadas
– O vice-presidente Clóvis Almeida falou que foi acordado um índice de 15% para possibilitar o Executivo realizar suplementação no Orçamento sem autorização da Câmara, que monetariamente significava cerca de R$ 10 milhões. Explicou que tal fato se dava como um voto de confiança e que um valor superior significaria administrar sem a cooperação do Legislativo, e que nos últimos anos o montante da receita arrecada no município não ultrapassou os R$ 47 milhões. Explicou que o montante de R$ 66 milhões era uma estimativa para o exercício de 2017, mas que era improvável diante da situação atual atingir tal valor. Disse que esse posicionamento foi sugerido pelo vereador Marcos Halfeld para dar mais flexibilidade na nova gestão e enalteceu a participação dos vereadores eleitos na reunião que discutiu o citado Projeto. Destacou que estava diante de um novo patamar, atribuindo aos fatos ocorridos nos últimos anos de uma gestão desorganizada promovida pelo ex-prefeito Ojandir Belini (Jurandir), e que tinha esperança que as ações da próxima gestão seriam diferentes, com a ajuda da Câmara.
– O vereador Jean Carlos ressaltou o apoio do PDT, lembrando que a Câmara deu uma autonomia de até 30%, um índice muito maior para o ex-prefeito Ojandir Belini (Jurandir), que não soube utilizar a credibilidade repassada por esta Casa.
– O secretário Denílson Martins relembrou que a referida emenda corrigia outro projeto encaminhado pelo ex-prefeito Ojandir Belini (Jurandir), que naquela oportunidade pediu 10%, e ressaltou que não houve questionamento por parte dos vereadores, pois entenderam que era um percentual razoável, justificando a necessidade da emenda apresentada. Disse que era um momento diferenciado, de união entre as pessoas que acreditam numa mudança, e felicitou os autores da emenda, pois era importante para auxiliar nas ações de desenvolvimento da cidade.
– O presidente Fábio Curi agradeceu em nome do prefeito eleito Diogo Curi e seu vice Luiz Henrique Diório e elogiou a participação e empenho dos vereadores Marcos Halfeld e Hercílio Nogueira Filho para discutirem o futuro da cidade. Comentou que com relação ao índice de autorização para suplementação do orçamento acima de 15% era como se desse uma aposentadoria compulsória para os vereadores. Considerou o percentual justo e falou que mais uma vez a Câmara se prontificou com mais ações voltadas especialmente ao desenvolvimento da cidade. Destacou a importância da deliberação da LOA e da LDO pela Câmara, que infelizmente sentiu a falta da participação maciça da população nas discussões, pois se tratava de um projeto que influenciará diretamente no cotidiano das pessoas e norteará as ações do Executivo nos próximos anos.
O projeto apresentado pelo Executivo foi aprovado em primeira votação, no dia 28 de novembro, por unanimidade, e em segunda, no dia 1o de dezembro, por oito votos. Ausentes os vereadores Jean Carlos e Nilton Américo.

Fonte: Câmara Municipal de Caxambu

SESSÃO SOLENE HOMENAGEIA CONSULTA SOLIDÁRIA

SESSÃO SOLENE HOMENAGEIA CONSULTA SOLIDÁRIA



No começo da noite de sexta-feira (9/12), às 19h30, o plenário da Câmara Municipal de Três Corações se abrirá para homenagear os mais de 80 médicos que integram a ação social CONSULTA SOLIDÁRIA.

Concebido e articulado pelo vereador e médico, Dr. Maurício Gadbem, o Consulta Solidária consiste em um sistema promocional de consultas médicas particulares, cuja arrecadação é revertida em benefício da APAE-TC. 

O Consulta Solidária nasceu da urgência em socorrer a APAE-TC que, devido a problemas institucionais, teve sensivelmente prejudicada a arrecadação para o custeio deste ano. Através do Consulta Solidária, cada médico que integra o programa cedeu 5 consultas/mês, a 100 reais cada, abrindo margem para arrecadarem-se até cerca de 400 mil/reais mês em favor da APAE-TC. 

Solução criativa e colaborativa, o Consulta Solidária foi uma das principais e mais bem-sucedidas ações sociais sul mineiras deste ano. É hora de homenagear dezenas de médicos com atuação em Três Corações, que foram fundamentais para a vida de: centenas de crianças com deficiências; dezenas de famílias tricordianas; e para uma das principais entidades assistenciais da cidade.  

JUNTOS PODEMOS +

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Supermercado Carrossel recebeu o Troféu "Gente Nossa"concedido pela Associação Mineira de Supermercados

Supermercado Carrossel recebeu o Troféu "Gente Nossa"concedido pela Associação Mineira de Supermercados



O Supermercado Carrossel recebeu o Troféu Gente Nossa, em evento realizado pela Associação Mineira de Supermercados, na categoria Boas Ações, com o Projeto “Transformando Resíduos em Alimentos”, no qual a Empresa separa e vende os materiais recicláveis como papelão, plástico, óleo de cozinha e metal. O valor arrecadado nas vendas destes materiais, é revertido em forma de alimentos para algumas creches. A Empresa assume um compromisso de doar um salário mínimo por mês, durante um ano, para cada uma das 4 creches selecionadas em São Lourenço, uma em Caxambu e uma de Baependi. No final do período de 12 meses, as creches beneficiadas podem ser mudadas ou não. Mesmo que o valor arrecadado não atinja o montante doado, a Empresa completa com recursos próprios. Este projeto é realizado há 8 anos pela Empresa.

Compartilhado por 

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Prefeitura de Caxambu Informa:

Prefeitura de Caxambu Informa:

A Prefeitura de Caxambu informa que os salários dos servidores públicos municipais em atraso serão regularizados no próximo sábado (10/12).

Estamos trabalhando para resolver os inúmeros problemas deixados pela administração que nos antecedeu. 

Contamos com o apoio e agradecemos a compreensão de todos.


Juntos conseguiremos recuperar o que foi perdido, restaurar e avançar rumo ao desenvolvimento de nossa cidade.




Prefeitura Municipal de Caxambu

Legalização dos jogos de azar anima trade turístico

Legalização dos jogos de azar anima trade turístico

Volta dos cassinos pode ser uma alternativa para o desenvolvimento de diferentes regiões do Estado



O mercado do jogo internacional está olhando para o Brasil como uma das principais jurisdições para legalizar o jogo em breve/Divulgação
Interessado em atrair turistas estrangeiros e aumentar a arrecadação de impostos, o governo federal apoia a legalização dos chamados “jogos de azar” no Brasil. Dois projetos tramitam no Congresso Nacional com votações marcadas para o início de dezembro. Enquanto a legislação não muda, municípios e empresários mineiros já planejam o uso da tecnologia para atrair negócios para o Estado.
De acordo com o instituto Jogo Legal, que promoveu em São Paulo a terceira edição do Brazilian Gaming Congress (BgC), o segmento pode movimentar anualmente no Brasil cerca de R$ 59 bilhões, utilizando como referência os países onde a atividade é legalizada.
Em Minas Gerais, estâncias hidrominerais como Araxá (Alto Paranaíba) e Caxambu (Sul de Minas) viveram os tempos áureos do jogo no Brasil entre as décadas de 30 e 40 do século passado. A arquitetura das cidades ainda lembra essa época e a torcida pela aprovação dos projetos é grande.
De acordo com o prefeito de Caxambu, Carlos Alberto Abraão, para a cidade os jogos não são de azar, seriam “de sorte”. “A cidade já está cheia de expectativa. A nossa principal fonte de renda é o turismo e a legalização nos daria a oportunidade de reavivar o setor. Hoje temos uma rede hoteleira de qualidade, mas em parte ociosa. Estamos prontos para receber os investidores que se interessarem. A nova administração, que toma posse em janeiro, está alinhada com esse pensamento”, afirma Abraão.
Legislação 
Esse sonho, porém, tem um longo caminho antes de ser concretizado. Dois projetos que propõem a regulamentação do setor caminham em paralelo na Câmara e no Senado. O texto discutido pelos deputados, o PL 442/91, é o preferido pelo mercado, mas o do Senado, o PLS 186/2014, está mais adiantado e deve ser votado no plenário dia 7 de dezembro.
O PLS 186 não limita o número de cassinos por estado. Já o PL 442 define que os estados com mais de 25 milhões de habitantes poderão ter três cassinos. Já os que possuem entre 15 milhões e 25 milhões poderão ter dois - caso de Minas Gerais. E os demais, apenas um. A expectativa é de que a regulamentação esteja pronta até julho do ano que vem.
Apesar do burburinho causado, o interesse e acompanhamento de algumas cidades sobre as discussões no Congresso são ainda baixos. As associações comerciais de Poços de Caldas e São Lourenço (ambas as cidades do Sul de Minas e que já tiveram cassinos) não têm posição oficial sobre a discussão.
Já o Poços de Caldas Convention & Visitors Bureau se coloca totalmente a favor. Segundo o diretor de comunicação da entidade, Juliano Silva, a cidade hoje não apresenta estrutura compatível com os projetos, mas existe um grande interesse dos empresários locais. “Em março, tivemos uma audiência pública na Câmara Municipal sobre o assunto e nos posicionamos a favor. Acreditamos que os jogos possam trazer melhorias na infraestrutura da cidade com a ajuda de investidores. Um ponto importante seria a reativação do aeroporto. Isso tudo, claro, com a ação de políticas públicas para dar suporte e fazer a fiscalização do novo setor”, explica Silva.
Para a presidente da Associação Brasileira da Indústria de Minas Gerais (Abih), Patrícia Coutinho, a volta dos cassinos pode ser uma alternativa para o desenvolvimento de diferentes regiões do Estado. “Somos favoráveis principalmente para as áreas em que o jogo já existiu. Seria importante para impulsionar o turismo mineiro, mantendo recursos no Brasil e atraindo turistas estrangeiros. Feito da forma correta, com fiscalização severa, seria muito bom. A ideia também poderia ser aproveitada em regiões com baixo desenvolvimento, como o Vale do Jequitinhonha, por exemplo, levando infraestrutura e gerando empregos”, avalia Patrícia Coutinho.  (Diário do Comércio - Daniela Maciel – Belo Horizonte - MG) 
Projeto gera oportunidades para hotéis
Para o vice-presidente executivo de Relações Governamentais e de Responsabilidades Corporativas da Ceasars Entertainment, Jan Jones Blackhurst, toda a indústria internacional do jogo está acompanhando com muita atenção o projeto de legalização da atividade no Brasil. “O País é um dos mais significativos mercados em fase de formalização. Estamos muito interessados em ver como o governo local vai atuar no sentido de estabelecer o processo de legalização e a regulação. Temos vários exemplos no mundo de políticas bem-sucedidas e que conduziram ao desenvolvimento, com a geração de postos de trabalhos com diversas demandas de especialização, além da contribuição com o desenvolvimento econômico na forma de receita gerada pelo pagamento de impostos.
Todos nós queremos uma legislação forte, mas que esteja em consonância com o que vem sendo praticado em outros países no mundo. Queremos um setor e stakeholders íntegros”, afirma Blackhurst.
A Rede de Hotéis Tauá, que administra o Grande Hotel e Termas de Araxá - um dos ícones da era de ouro dos cassinos no Brasil -, já se prepara para a volta das roletas e mesas de carteado. A diretora comercial da Rede, Lizete Ribeiro, afirma que ainda não é possível falar em números, mas que é necessário se antecipar aos acontecimentos.
“Entendemos a legalização como uma grande oportunidade não só para o Grande Hotel, mas para toda uma cadeia produtiva. Um cassino movimenta muito mais do que o hotel em que está. Hoje, os jogos trazem uma série de inovações tecnológicas, fora os shows e um grande número de atividades especializadas que dão suporte à operação”, analisa Lizete Ribeiro.
Para implantar a novidade, o grupo mineiro precisaria contar com um parceiro estratégico, provavelmente internacional, que traria expertise para o negócio. “Para fazer algo assim é preciso ter quem entenda do assunto e esse não é o nosso foco. Já conversamos com alguns especialistas e seguimos acompanhando com muita atenção cada passo que os projetos dão no Congresso”, revela a diretora comercial da Rede Tauá.
A diretora de Desenvolvimento da GLI Latin America - empresa de certificação, testes e serviços para o mercado de jogos -, Karen Sierra, o mercado do jogo internacional está olhando para o Brasil como uma das principais jurisdições para legalizar o jogo no futuro próximo. O tamanho do mercado e as múltiplas oportunidades que o País representa para as empresas locais e internacionais estão sendo estudadas com muita atenção por todos os potenciais envolvidos.
“O governo brasileiro está dedicando grandes esforços no sentido de avançar na definição de uma legislação de jogos, então é um momento de grande expectativa para toda a região. Com tantos avanços regulatórios na América Latina, fornecedores locais estão procurando formas de atender e adaptar-se às normas e regulamentos estipulados”, destaca Karen Sierra. (Diário do Comércio - Daniela Maciel – Belo Horizonte - MG)

Fonte: BNL

Nhá Chica - Tradicional Leilão de Gado e de Prendas 2016

Nhá Chica - Tradicional Leilão de Gado e de Prendas 2016

No último domingo, 04 de dezembro, como parte das festividades da 139ª Festa da Imaculada Conceição 2016, aconteceu, na Chácara do Curtume, o tradicional Leilão de Gado e de Prendas que tem a sua renda revertida em benefício do projeto assistencial do Instituto Nhá Chica, ao longo do ano subsequente.
Dando início ao evento, os presentes puderam assistir a uma apresentação da fanfarra da instituição, que tem como integrantes os alunos que fazem parte do projeto do INC, incluindo também internos.
Logo em seguida, a Ir. Aída, presidente do Instituto, acompanhada da Ir. Ivone, diretora do Educandário, e do Sr. Chiquinho, representante da Comissão Organizadora do evento, procederam com a abertura do leilão, que foi finalizada com a bênção realizada pelo Pe. Noel, Reitor da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Beata Nhá Chica.
Mais uma vez, com a graça de Deus, através da intercessão da Imaculada Conceição e Nhá Chica, o leilão foi um sucesso.
Agradecemos a constante e essencial ajuda de todos os voluntários e benfeitores que tanto se empenham e permitem que o evento se realize!

 
Veja o álbum de fotos completo em nossa página do facebook. Acesse: https://www.facebook.com/nha.chica.5

Fonte: Nhá Chica

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Reunião da Câmara Municipal Caxambu - 05/12/2016

Reunião da Câmara Municipal Caxambu


HOJE - com transmissão ao vivo - a partir das 19:30 h



Acompanhe o áudio da reunião de hoje pela Rádio Câmara:

Drogaria Nhá Chica - aAudar faz Bem

Drogaria Nhá Chica - Ajudar faz Bem


Caros clientes, amigos e população caxambuense.
Nós da Drogaria Nhá Chica (ao lado do Bradesco) nos unimos com jovens de Caxambu, Sabrina Pompeu, Bianca Santos, Marcella Nascimento, Camila Arantes, Laura Vieira e Lorena Vieira, para ajudar a comunidade, mais especificamente, o Nosso Asilo Santo Antônio, onde buscaremos fazer um natal mais feliz para nossos velhinhos. Assim nos disponibilizamos a ser mais um ponto de coleta desta linda iniciativa.
As Jovens de Caxambu preocupadas com que os idosos do asilo não ficassem sem presentes no Natal promovem ação no Facebook para divulgar desejos.
Uma campanha para levar presentes de Natal para os idosos que vivem no Asilo Santo Antônio, no município da Caxambu.
Uma série de fotografias, foram tiradas com os velhinhos que vivem no abrigo, onde posam com um quadro no qual trazem escrito o que gostariam de ganhar no próximo dia 25 de dezembro. E os desejos, que são muito simples, variam desde roupas, passando por caixas de chocolate e até enfeites para cabelo.
Graças a solidariedade os velhinhos já foram apadrinhados/amadrinhados e receberão seus presentes no próximo Natal.
Com o sucesso da campanha, agora as meninas solicitam a colaboração de todos para suprir outras necessidades: "A diretora do asilo fez uma lista com os itens que estão necessitando, quem puder ou quiser ajudar pode colaborar fazendo doações.
Deixando em um dos pontos de entrega, até o dia 10 de dezembro."
Segue a lista dos itens de maior necessidade:
Açúcar
Adoçante
Aveia
Luvas de procedimento
Gase
Ataduras
Fraldas descartáveis
Esponja de banho
Prestobarba
* Pontos de entrega: Casa Natal, Ótica Cristal, Cartório 2° ofício de notas e Drogaria Nhá Chica.
Parabéns meninas pela ESPETACULAR iniciativa, que demonstra o quanto ações simples fazem toda a diferença.
Ajudar é preciso e faz bem pra alma e para o coração.
 Drogaria Nhá Chica - Rede Inova.

Manifestantes a favor da Lava-Jato colocam a boca no trombone

Manifestantes a favor da Lava-Jato colocam a boca no trombone

Brasileiros não querem interrupção das investigações da Lava-Jato e criticam emenda ao pacote de 10 medidas contra a corrupção, que prevê o crime de abuso de autoridade para juízes e procuradores


Manifestantes tomaram ontem as ruas de centenas de cidades em mais de 25 estados e no Distrito Federal em favor da Operação Lava-Jato. No total, a Polícia Militar (PM) estimou 60 mil pessoas nas ruas em todo o país, enquanto o principal articulador do movimento, o Vem Pra Rua, calculou em 390 mil pessoas vestidas de verde e amarelo e repletas de faixas em punho. Os protestos defenderam as 10 medidas contra a corrupção propostas pelo Ministério Público Federal (MPF) e atacaram os presidentes da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB). 

Mais de 2,4 milhões de pessoas assinaram o projeto com as 10 medidas de combate à corrupção sugeridas pelo MPF. No entanto, após votações na Câmara, apenas duas propostas foram salvas. O texto foi enviado ao Senado e houve uma tentativa de se votar a proposta em regime de urgência, mas a manobra foi barrada no plenário.

Em São Paulo, onde houve o maior protesto, a Polícia Militar informou por volta das 19h que a ação reuniu 15 mil pessoas na Avenida Paulista, contra os 200 mil estimados pelo Movimento Brasi Livre. Uma extensa faixa com os dizeres “Congresso corrupto” foi estendida em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp). 

O fim do foro privilegiado, a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de Renan estavam na pauta dos protestos. Havia faixas contra o presidente da República, Michel Temer, e pequenos bonecos plásticos chamados de “Super-Moro” e “Luladrão” eram vendidos a R$ 10 na Paulista. Pela manhã, várias cidades do interior paulista tiveram protestos contra a corrupção.

No Rio de Janeiro, o ato se concentrou em Copacabana, na Região Sul da cidade. Apesar da chuva, a Avenida Atlântica foi ocupada, com ataques direcionados aos presidentes do Poder Legislativo. 

Debate saudável “Todo o poder emana do povo. O povo brasileiro está reunido para dizer não aos corruptos, a esses incompetentes que enfiaram o Brasil nesse buraco sem fundo”, bradou o humorista Marcelo Madureira, do alto do caminhão de som do movimento Vem pra Rua RJ. 

“O que vimos na semana passada foi um acinte, um tapa na cara com apenas 15 minutos de discussão. Ainda tem muita gente para ser presa”, discursou o delegado da Polícia Federal Jorge Barbosa Pontes, que ressaltou posteriormente a jornalistas não ter se manifestado em nome da corporação.  “A imundície chegou a um ponto insuportável. Não adianta deixar o Temer, porque ele é vice da Dilma”, disse Hélio Marcus, militar reformado da Força Aérea Brasileira, que defende uma intervenção militar no país.

Já o engenheiro Bruno Coelho esteve na manifestação para protestar contra a corrupção, mas em defesa da manutenção da democracia. “Acho saudável esse debate de extremos. Essa fase que o Brasil está passando é bastante positiva, porque as pessoas estão se envolvendo mais em política. Hoje sabemos nomes de ministros do Supremo que nunca nos preocupamos em saber antes”, lembrou Coelho.

CAPITAL FEDERAL Em Brasília, o juiz Sérgio Moro foi uma das figuras mais retratadas no protesto. O trânsito da Esplanada dos Ministérios foi fechado e armado um forte esquema de segurança para revistar quem participou do protesto. Segundo a PM, cerca de 5 mil pessoas estiveram no ato. Em frente ao Congresso, foram colocados grandes desenhos de ratos, uma dura crítica direcionada aos parlamentares, que incluíram no pacote anticorrupção uma emenda prevendo o crime de abuso de autoridade para juízes e procuradores. Segundo os integrantes da força-tarefa da Lava-jato a medida foi uma forma de retaliação aos investigadores e, caso se torne lei, poderá interromper as apurações da operação.

Em Recife a manifestação, com cerca de 16 mil pessoas, tomou conta da Avenida Boa Viagem. Em Belém, cerca de 20 mil pessoas participaram de passeata pelas ruas do Centro da cidade. Em Manaus, o protesto reuniu cerca de 3 mil pessoas.

Em Minas Gerais, várias cidades fizeram protestos contra a corrupção. Em Juiz de Fora, na Zona da Mata, a manifestação atraiu cerca de quatro mil pessoas ao Centro da cidade. Em Uberlândia, no Triângulo Mineira, 6 mil pessoas, segundo os organizadores, e 4 mil, segundo a PM, participaram de ato na Praça Tubal Vilela. Também houve protestos em Uberaba, Poços de Caldas, Pouso Alegre e Varginha.

NOTAS OFICIAIS No início da tarde de ontem, por meio de nota, o presidente do Senado, Renan Calheiros, afirmou entender a legitimidade das manifestações “e, dentro da ordem, devem ser respeitadas. Assim como fez em 2013, quando votou as 40 propostas contra a corrupção em menos de 20 dias, entre elas a que agrava o crime de corrupção e o caracteriza como hediondo, o Senado continua permeável e sensível às demandas sociais”. 

A Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República também se manifestou com nota: “A força e a vitalidade de nossa democracia foram demonstradas mais uma vez, neste domingo, nas manifestações ocorridas em diversas cidades do país. Milhares de cidadãos expressaram suas ideias de forma pacífica e ordeira. Esse comportamento exemplar demonstra o respeito cívico que fortalece ainda mais nossas instituições. É preciso que os Poderes da República estejam sempre atentos às reivindicações da população brasileira”. (Com agências).

Fonte: Estado de Minas

domingo, 4 de dezembro de 2016

Vantagem JF - Carla Bastos Art's & Eventos





O Maior grupo de Vantagens da zona da Mata. www.facebook.com/groups/Vantagemjf
Foco: sorteios, promoções e descontos. 
Responsável; Carla Bastos Art's & Eventos, empresa especializada em mídias sociais, divulgação em massa, panfletagem virtual, divulga empresas e eventos em geral.
Contatos:
Facebook: www.facebook.com/marketingcarlabastos
Whatsapp: 32 991772400 - Telefone: 32 999272400
Email: crwba@hotmail.com
Twitter: https://twitter.com/CarlaBastos2410
Instagram: www.instagram.com/carlabastosartseventos
Skype: carla.bastos.robaina
YouTube: www.youtube.com/user/SuperTata1975

sábado, 3 de dezembro de 2016

Atleta Caxambuense Kleber Santos (Binho)

Atleta Caxambuense Kleber Santos (Binho)

A ADHC, vem por meio deste apresentar o Atleta Caxambuense Kleber Santos (Binho), caxambuense de 36 anos, praticante de atletismo com um currículo de respeito.

Nome: Kleber Felipe dos Santos
Idade: 36 anos
Profissão: Atleta
Naturalidade: Caxambu
Esporte: Atletismo
Família: Tudo, base para uma vida
Primeira Grande Corrida: 18km em 2006
Grande Incentivador: Prof. Denilson Martins
Idolo no Esporte: Airton Senna

Um Sonho: Um título internacional, ver o esporte ser reconhecido e se tornar missionário

Dificuldades: Apoio, reconhecimento e pouco investimento no esporte

Um Grande Feito: 5º colocado no Mundial da Holanda em 2015

Destaque de 2016: Conquistar o 13º lugar na sua categoria no mundial da Espanha na prova de 100km, fato que ajudou o Brasil ficar em 9º colocado na classificação geral

Projeto para 2017: Uma boa classificação na prova BR (217km), prova internacional entre São João da Boa Vista –SP e Paraisópolis –MG

Esporte em Caxambu: Falta apoio, investimento: apesar de Caxambu ser um celeiro de atletas em todas as modalidades o esporte e tratado com muito amadorismo e muitos atletas não tem o reconhecimento e a valorização que merecem.


Na prova de 100km na Espanha maior dificuldade: O frio



Um sonho como praticante de atletismo: Poder criar nos bairros polos de treinamento de atletismo e incentivar crianças e jovens

Patrocínio ideal: Para poder custear: treinamentos, viagens e equipamentos, cerca de 03 salários mínimos

Tem algum apoio: Sim, CRAC, Hotel Lopes, Autoescola OCA, Pousada Aguas de Caxambu e Academia Corphus

     
A ADHC, faz essa pequena homenagem a quem com certeza e o maior nome do esporte Caxambuense da atualidade.



Waldir Tapetti
Presidente ADHC

Sind - UTE - A Casa dos Movimentos Sociais

Sind - UTE
A Casa dos Movimentos Sociais


O projeto “A Casa dos Movimentos Sociais” é uma iniciativa do Sind-UTE/MG (Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais) subsede Caxambu para apoiar os diversos movimentos sociais da cidade e da região. Partindo dos princípios de união e de solidariedade de toda a classe trabalhadora, o Sind-UTE/MG Caxambu busca apoiar e fomentar os movimentos sindicais, estudantis e populares, com o objetivo de promover a independência dos trabalhadores perante os patrões, o Estado e os oportunistas, e a construção das mobilizações que visam a defesa dos direitos sociais e coletivos, e o desejo da edificação de uma sociedade justa, fraterna e igualitária.



Por isso propagamos em voz alta: “Somente a luta muda a vida! Unidos, somos muitos mais fortes!”




















sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

VEM PRA RUA CAXAMBU!

VEM PRA RUA CAXAMBU!

Neste domingo estaremos de volta às ruas para protestar contra as formas corruptas de se fazer política que nossos parlamentares insistem em fazer. Contra a distorção das 10 medidas anticorrupção, pelo fim dos privilégios em geral e em favor da Lava Jato. 
Trata-se de uma manifestação democrática, sem vínculo partidário. Se você é de Caxambu ou de alguma cidade vizinha, está insatisfeito com a situação do país e com a postura de nossos representantes, junte-se à nós!
É neste domingo, 04/12, às 10h00, com concentração na Travessa Nossa Senhora dos Remédios, em frente à Escola Estadual Ruth Martins de Almeida (EERMA).
A gente se vê!